Depois algumas conversas com pessoas que me procuraram para saber que fazer com um familiar dependente de drogas, resolvi escrever os cinco pontos que continuamente estão presentes nessas conversas. A família precisa primeiro apreender papel dela no tratamento e, se nada obstante não conseguir promover a mudança precisa, precisa de comitiva profissional para desarranjar os padrões codependentes que se formaram a arrebentar da relação com dependente químico. Estes comportamentos são, também, típicos de pessoas que estão sob a doença da sujeição química. Também há quem fume cânhamo ou use cocaína ocasionalmente, porém existem os que usam drogas dia inteiro. primeiro vista que devemos entender sobre a sujeição química é nem mais nem menos bioquímico. Além disso, existe ainda a terapia nutricional, a que lida com as dificuldades que paciente pode ter durante os anos após uso excessivo de bebidas alcoólicas. In DIEHL, D. C. & CORDEIRO, R. & LARANJEIRA, R.(orgs) Sujeição Química: Prevenção, site , Porto Alegre: Artmed, (pp.98-105).
alcoolismo é considerado como uma doença clinicamente tratável pela Organização Global da Saúde (OMS). Até cá, tentei mostrar como a rede da dependência química se estende de dentro de um presídio até a vida de quem lê esse artigo, sem nunca ter espezinhado em uma carceragem. Também não devem ingerir quantidade alguma de álcool pessoas que irão operar máquinas pesadas ou conduzir carros nas próximas horas. – É uma doença química: Pelo fato de que a dependência é provocada por uma reação química no metabolismo do corpo. Varias pessoas confundem a submissão a uma droga com uso de uma droga, outras pessoas acreditam que a sujeição a uma droga é “física” ou “psíquica” e que varias drogas fomentam uma ou outra dependência. Talvez não seja um grande entrave para aqueles que não foram atingidos por essa doença, porém álcool possui um potencial de destruição enorme.
Sabe-se que a submissão química é uma doença, e, portanto, deve ser fraude como tal, isto é, procurando uma intervenção a procura do tratamento. Outra diferença é que, ao contrario dos outros métodos de tratamento, a desintoxicação é feita sucessivamente, ao passo que a pessoa for reduzindo a quantidade de bebida. Dificuldades em lidar com os complicações, perdas, tristezas e até mesmo sucesso também podem levar a persona ao alcoolismo, ao consumo de cânhamo e killer deal daí para as drogas mais pesadas. Quando um militar tem obstáculo com drogas, é sempre punido. É essencial também realizar um exame físico e notar-se a sinais e sintomas que podem auxiliar na identificação do obstáculo, como por ex sintomas de dieta, hipertensão ligeiro e vacilante, infecções de repetição, arritmias cardíacas não explicadas, cirrose, hepatite sem culpa definida, pancreatite, entre outras.

conjunto de efeitos fisiológicos sentidos depois excessivo consumo de álcool é sabido como veisalgia , popularmente chamada de “ressaca”. KNAPP, P.; LUZ, E.Chocarreiro., BALDISSEROTTO, G. Terapia cognitiva no tratamento da sujeição química. Ao longo da vida qualquer um desenvolve um PADRÃO privado de consumo de álcool. Habitualmente, tratamento engloba uso de medicação, sobretudo na temporada aguda de abstinência, e base para manutenção dessa jejum, com vigilância médica, podendo ter medicamentos que reduzem a vontade de tomar, e também psicoterapias estruturadas individuais ou em grupo, movimentos de auto-ajuda e de antigos bebedores que desempenham um papel fundamental no tratamento e na recuperação dos pacientes com sintomas de submissão do álcool.
Referência pesquisada http://anklepoland6.jigsy.com/entries/general/Tratamento-Contra-O-Alcoolismo-